teste

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Com bronze, Isaquias ganha sua 2ª medalha e faz história



Isaquias será o primeiro atleta do país a ter três pódios na mesma edição olímpica.
Isaquias Queiroz entrou, nesta quinta-feira, em uma lista seleta de atletas brasileiros. Em um país em que as conquistas olímpicas não são tão comuns, ele é apenas o quinto homem a conseguir subir ao pódio mais de uma vez na mesma Olimpíada. O baiano foi o terceiro colocado na prova do C1-200m e conquistou o bronze. Ele já tinha sido vice-campeão e prata da C1-1000m na Rio-2016. O último a conseguir o feito tinha sido o nadador César Cielo, nos Jogos de Pequim-2008, com o ouro dos 50m livre e o bronze dos 100m livre. Além deles, o também nadador Gustavo Borges (prata nos 200m livres e bronze nos 100m livre em Atlanta-1996) e os atiradores Guilherme Paraense (ouro na pistola militar de 30m e bronze por equipes na pistola livre 50m na Antuérpia-1920) e Afrânio da Costa (prata na pistola livre de 50m e bronze por equipes na mesma prova de Paraense em 1920) conseguiram o feito. Mas Isaquias quer mais. O brasileiro voltará à Lagoa já nesta sexta-feira para disputar a eliminatória da C2 -1000m ao lado de Erlon de Souza, prova na qual a dupla é a atual campeã mundial. Se conseguir mais uma medalha, Isaquias será o primeiro atleta do país a ter três pódios na mesma edição olímpica

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook Favorites More