teste

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Leia na íntegra a suspensão do parecer do TCM

Após 07 anos de espera, a câmara de vereadores teve a oportunidade de colocar em votação as contas da cidade de Camamu referente ao exercício de 2012.
Algo que foi impedido graças a concessão de uma decisão liminar, solicitada pela prefeita Ioná Queiroz do PT, juntamente com o governo do Estado. Para modificar o parecer do Tribunal de Contas dos Municípios - TCM, que encontrou diversos ilícitos. Que de acordo com a lei, é um órgão meramente opinativo, sem poder de punição, mesmo quando o prefeito comete irregularidades.
Cabe dizer que esse poder de punição é dado aos vereadores, que são eleitos com o voto do povo, para defender os interesses da população.

Diante desta situação, ficamos surpresos e ao mesmo tempo "embestecidos".
Se o TCM que é um órgão composto por técnicos, que estudaram a respeito de contas, têm a chancela do órgão máximo na matéria Conselho Federal de Contabilidade - CFC, são considerados incapazes.
Não sabemos mais o que é certo ou errado, deixando um grande vazio, dando a entender que o povo é quem deve exercer o seu dever; cobrando dos seus representantes, um posicionamento correto, livre de vícios ou negócios escusos.

Ou seja: Se o governo está indo bem, pressionem todos para que votem a favor.
Mais se por acaso o governo não está indo bem, principalmente nos serviços básicos : EDUCAÇÃO, SAÚDE, OBRAS E SEGURANÇA aí a história muda, o povo tem que pressionar todos com uma participação maciça para votar contra as irregularidades, e favor da coisa correta.
Vemos que todo esse engodo é apenas uma forma de ganhar tempo, para o agravamento da situação de Camamu, que está na UTI a muitos anos.

Nós da redação do site Camamu Atual, estamos a disposição para qualquer esclarecimento.

Leia na íntegra a decisão judicial: 













0 comentários:

Postar um comentário

Facebook Favorites More