teste

quarta-feira, 4 de abril de 2018

Morre em confronto com a polícia de Camamu, líder de quadrilha responsável por sequestros no baixo sul da Bahia

Na manhã de hoje, 03 de abril de 2018, a Polícia Civil da Bahia, por meio das equipes do DRACO, do Setor de Investigação da Delegacia Territorial de Valença, juntamente com a Polícia Civil de Camamu, realizou ooperação na cidade de Camamu, com fito de cumprir Mandados de Prisão em desfavor de  MANUEL RAFAEL BISPO DOS ANTOS, vulgo JORGE BOCÃO". 
Ocupando o 9 de paus do baralho do crime, da Secretaria de Segurança Pública, "JORGE BOCÃO" era procurado por Liderar  Organização criminosa, atuando em toda região do Baixo Sul baiano, principalmente nas zonas rurais de Valença e Camamu.
Após longos trabalhos de inteligência do DRACO,  que monitorava o criminoso, bem como dos investigadores da Delegacia Territorial de Valença e dos Policiais Civis da Delegacia de Camamu, chegou-se ao local onde ele se encontrava homiziado, uma fazenda na zona rural de Camamu. 
"JORGE BOCÃO", era elemento de alta periculosidade, líder de Ocrim, contumaz em crimes de roubo, extorsões mediante sequestro, extorsões, homicídios, tráfico de drogas e ameaça. Atuando fortemente na zonas rurais, aproveitava da simplicidade dos agricultores para implantar sua ditadura de terror e opressão, fazendo os moradores de reféns. Com seus comparsas, realizava inúmeros roubos à malotes, gados, invasões  de propriedades, além de  extorsões mediante sequestro, dentre eles o famoso caso da cabeleleira do bairro Costa Azul, Salvador/BA.
Reagindo à voz de prisão  em cumprimento dos mandados, o criminoso desferiu disparos de arma de fogo contra os policiais, que repelindo a ameaça revidaram fazendo cessar a injúria. Ferido "JORGE BOCÃO" foi socorrido pelos policiais e levado ao hospital da cidade de Camamu, não resistindo aos ferimentos ocorrendo seu falecimente. Na casa onde se escondia foram encontrados em posse dele, um revolver Cal. 38, duas espingardas Cal. 32, um simulacro de arma de fogo, além de munições e embalagens contendo pólvora para fabricação de cartuchos de espingarda.
Todo o material apreendido foi encaminhado à sede da Coordenadoria para providências pertinentes.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook Favorites More