teste

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Camamu: Vereadores do G5 culpam prefeita por abandono ao "Lixão"



A situação do aterro sanitário de Camamu voltou a ser alvo de críticas da população. Moradores do município denunciaram na última quinta-feira (02/08), ao Camamu Atual o abandono ao aterro sanitário, apelidado agora de “lixão de Camamu”. O tema já foi pauta na Câmara de Vereadores no mês de Abril, quando os membro do G5 (Grupo de Vereadores Independentes de Camamu), representando a comunidade, fizeram várias denúncias em plenário pedindo a gestora do município que tomasse uma providencia. Mas infelizmente até hoje o governo não deu resposta.

A empresa MJWF SERVICOS DE CONSTRUCAO CIVIL EIRELI - ME, foi contratada em julho de 2017, para realizar, entre outros serviços, a coleta do lixo e operação do aterro sanitário de Camamu/Ba, e para isso recebe 352mil reais por mês, conforme contrato de número 32/2017 que foi renovado em 15/01/18, publicado no DOM em 16/01/18. Entre tanto, o estado atual do aterro sanitário é bem longe do ideal. O lixo coletado não é soterrado há bom tempo, a estrada de acesso foi completamente danificada e o lixo sendo despejado fora da área do aterro.

Bom, uma coisa é certa, com toda essa falta de respeito e descaso da gestora, quem sofre é o povo. Os vereadores Charles da Sáude, Nado, Akson, Otinho e Valney da Ilha tem cobrado constantemente nas sessões para que a prefeita tome providencias não só em relação ao lixão, mais com vários problemas que vem tomando conta de todo o município.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook Favorites More