teste

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Goleiro Bruno consegue progressão de pena e vai para o regime semiaberto




O juiz Tarciso Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais da comarca de Varginha, concedeu a progressão de pena e enviou para o regime semiaberto o goleiro Bruno, nesta quinta-feira (18). A informação foi dada inicialmente pelo G1, que teve acesso a decisão, e foi confirmada pelo Vermelhinho.
O juiz analisou o acórdão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) que excluiu a falta grave atribuída a Bruno, após o ex-goleiro ter sido flagrado na presença de mulheres em horário que deveria estar em trabalho externo.
Tarciso Moreira de Souza considera que “a presunção é de que o reeducando já se encontra apto à reinserção à vida social, o que foi observado pelo atestado de conduta carcerária”. Para o magistrado, após a exclusão da falta, o preso “satisfaz as exigências subjetivas e objetivas para a concessão da progressão de regime para o semiaberto”.
Bruno terá que passar por uma audiência de instrução “para fixação das condições”, conforme determina a decisão.
A  defesa de Bruno afirmou que não vai dar declarações à imprensa até que seja expedido o alvará de soltura.

Acórdão anula falta

O desembargador Doorgal Borges de Andrada considerou que a falta grave não deveria ser considerada por conta da utilização do celular. “Após detida análise do feito, tenho que a conduta do reeducando não pode ser considerada como falta grave”.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook Favorites More