teste

quinta-feira, 25 de julho de 2019

Velejadora é agredida e roubada por ‘piratas’ na Baía de Camamu próximo às Ilhas da Península de Maraú

Uma velejadora denunciou um ataque pirata que sofreu na baía de Camamu, nas próximidades das ilhas do Sapinho e Goió, na Península de Maraú, no litoral sul baiano. Nas redes sociais, nesta quarta-feira (24), a vítima Guta Favarato contou que foi abordada por dois homens armados com facas, enquanto estava sozinha. No relato, a velejadora contou que foi amarrada e agredida por um dos homens, que subiu a bordo em busca de dinheiro.
“Fui dominada, amordaçada, presa pelos pés em uma cadeira e as mãos nas costas. Eles perguntavam por dinheiro, só dinheiro, que estava em uma mochila, mas amordaçada, eu não tinha como responder e por isso apanhei. No rosto, nas pernas, nas costelas e estômago. Quando encontraram a bolsa, levaram o dinheiro que tínhamos a bordo e mais nada”, afirmou.
Guta segue a denúncia afirmando que conseguiu pedir ajuda pelo rádio após os homens saírem do local. Eles estavam em uma canoa. “Minha pressão caiu e desmaiei. Quando acordei, meus pés estavam roxos pelo aperto da fita na cadeira. Tive que me machucar mais ainda para conseguir pedir ajuda pelo rádio VHF. Estou toda dolorida e com machucados bem feios que não vale a pena compartilhar”, relatou. (Varela Notícias)

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook Favorites More