teste

segunda-feira, 20 de abril de 2020

Novo ministro da Saúde ignora aglomerações e presença de Bolsonaro em atos

Parlamentares viram a ida de Jair Bolsonaro (sem partido) a ato pró-intervenção militar neste domingo (19), gerando aglomeração, como o primeiro teste para avaliar o comportamento de Nelson Teich, novo ministro da Saúde.

No sábado (18), Bolsonaro também cumprimentou participantes de um ato organizado por católicos, em frente ao Palácio do Planalto. Ao contrário do ex-titular da pasta, Luiz Henrique Mandetta, que mandou recados ao presidente em vezes que ele foi às ruas, Teich silenciou. Deputados de centro e esquerda discutem chamá-lo a falar na Câmara sobre as ações que quer adotar no combate ao coronavírus.

Líderes partidários avaliam que Teich não detalhou suas posições sobre isolamento. O silêncio dele neste domingo reforçou a avaliação de que ele será tutelado por Bolsonaro. Gerou ainda o receio de que ele possa chancelar a ideia do presidente de pôr fim a políticas de distanciamento adotadas por estados.

Procurado, o Ministério da Saúde informou que não se manifestaria sobre a participação de Bolsonaro no protesto em Brasília.

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook Favorites More