Revoada do Mega

Revoada do Mega

quinta-feira, 31 de março de 2022

MARINHO APONTA ACORDO NACIONAL E GARANTE QUE VICE DE ACM NETO SERÁ DO REPUBLICANOS

 

Com a confirmação da chegada de Marcelo Nilo ao Republicanos (reveja aqui), o presidente estadual da legenda, deputado federal Márcio Marinho apontou um acordo nacional para a garantia de que a legenda irá compor a vice da candidatura de ACM Neto ao governo da Bahia. De acordo com o parlamentar, o ajuste fica pendente apenas para a definição do nome: Nilo ou o próprio Marinho.  

 

"Essa composição da vice está amarrada politicamente tanto com a nacional e a estadual. Ficou definido com o nosso governador Neto que a vaga de vice é do Republicanos. O que nós estamos discutindo a posteriori é o nome. Se o meu nome for escolhido para chapa de vice, o secretário Luiz Carlos vai disputar a vaga no meu lugar a deputado federal, para não ter defasagem", comentou ao BN.

 

Marinho reafirmou que o partido estará nesta composição, reafirmando o que já tinha sido dito pelo presidente municipal da sigla e vereador licenciado de Salvador, Luiz Carlos (veja mais). "Não tenho nenhuma dúvida que estaremos na composição da chapa. Ele sempre afirma e ratifica esse acordo, em todas as reuniões. Essa composição da vice, vários partidos, que respeitam o direito que tem de pleitear, também compreendem que esse espaço, por tudo aquilo que o Republicanos têm feito, compete ao Republicanos. Nada brigando, mas eles reconhecem. O Republicanos estará definindo o nome", completou. 

 

O acordo nacional incluiu a manutenção da aliança entre Republicanos e União Brasil na Bahia, o que provocou a migração do ministro da Cidadania, João Roma, para o PL, onde pretende estabelecer um palanque para o presidente Jair Bolsonaro no estado. No plano federal, o antigo PRB optou por liberar os palanques estaduais para apoiar chapas majoritárias distintas na corrida pelo Palácio do Planalto, numa demonstração pública de insatisfação com a condução das movimentações políticas de Bolsonaro. Todavia, após esse tensionamento, osTarcísio de Freitas e Damares Alves se filiaram à legenda para participar das eleições de 2022. Na Bahia, não houve mudança de posicionamento.

 

BALANÇO PARA ELEIÇÃO

O deputado revelou que, depois das eleições de vereadores, seguiu incentivando lideranças, com o objetivo de formar uma chapa de estadual e federal, para ampliar as bancadas". De acordo com Marinho, pela matemática, o Republicanos fará a campanha legislativa para quatro estaduais, podendo chegar ao quinto. 

 

"Para federal, temos dois [Marinho e Alex Santana], pela conta faremos de quatro a cinco federais. Com a vinda de Marcelo, se ele concorrer, podemos fazer até cinco. Temos uma relação boa de candidatos", explicou. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário